Apple pretende vender excedente de energia limpa

Em documento enviado à Comissão Reguladora Federal de Energia dos EUA, a Apple descreve uma distribuição de 521 megawatts de energia solar

Mais uma vez, a Apple se mostrou uma empresa visionária, no que diz respeito à sustentabilidade. Após instalar uma matriz energética limpa e renovável, em suas fazendas em Cupertino e Nevada, e obter um retorno significativamente positivo, a gigante da tecnologia agora pretende vender energia excedente ao mercado americano. No pedido feito pela companhia à Comissão Reguladora Federal de Energia dos Estados Unidos, a Apple descreve uma distribuição de 521 megawatts de energia solar.

Apple investe em energia limpa e obtém resultado extremamente satisfatório/Foto: Divulgação

Apple investe em energia limpa e obtém resultado extremamente satisfatório/Foto: Divulgação

Utilizando energia limpa em seus centros de dados, lojas físicas, além de escritórios e serviços online, a Apple abastece as suas turbinas apenas com a luminosidade do céu californiano e investe ainda em energia hidroelétrica, biogás e energia geotermal. No total, a empresa afirma cobrir 93% do seu consumo mundial com a energia gerada através dessa matriz.


MBP-COPPE/UFRJ formando especialistas em petróleo desde 1998 - mbcursos.coppe.ufrj.br

Comentários