Bons ventos sopram a Indústria do Petróleo

Forte tendência pressiona governo a rever regras para a exploração do petróleo do Pré-Sal. Investimentos estrangeiros e recuperação da Petrobras podem ser maiores benefícios.

Dilma de óculos

Contrariada, a presidente é pressionada a rever a legislação.

Está aumentando no governo a lista das personalidades a favor de flexibilizar as regras para exploração de petróleo, tudo com o objetivo de reduzir os custos exploratórios e de aumentar a competitividade da Indústria do Petróleo no Brasil.

Muitas autoridades passaram a defender que a simples flexibilização das regras de conteúdo local e o término da obrigação da Petrobras de participar da exploração de todos os blocos do Pré-Sal com o mínimo de 30% dos consórcios já seriam ótimas medidas tanto para saúde da estatal, quanto para atrair potenciais investidores estrangeiros.

O fato é que até o momento o mercado tem reagido de forma bastante positiva. Vamos então aguardar os próximos desdobramentos, incluindo-se o leilão em outubro de 2015 (no regime de concessão), quando se estima arrecadar um montante bilionário somente com os bônus de assinatura.

Veja a seguir algumas matérias relacionadas:

Reuters atenta para a possível mudança das regras de conteúdo local:
http://bit.ly/1GZarf0

Revista Portos e Navios diz que cresce a pressão para a flexibilização:
https://goo.gl/cR6Hj9

Quer aproveitar o momento para se especializar? O MBP-Coppe/UFRJ, a mais tradicional pós-graduação em petróleo e gás do país, acaba de abrir vagas para sua 33ª turma. Confira aqui.


MBP-COPPE/UFRJ formando especialistas em petróleo desde 1998 - mbcursos.coppe.ufrj.br

Comentários